sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

A bença quem é de abença!


Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença

Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença

Pra quem é de boa noite
Boa noite e obrigado
Eu venho de muito longe
Tenho o meu corpo cansado
Mas se o samba aqui é bom
Eu cheguei e estou chegado

Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença

Sei que vou sentir saudades
Da mulata laureana
Aquela cabrocha faceira
Filha da rosa baiana
Mas se o samba aqui é bom
Vou sambar uma semana!

Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Eu peço licença pra chegar
Pra chegar peço licença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença

Saravá, saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença
Saravá quem é de saravá
A bença a quem é de abença






quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Para meu amor! ♥

Andança
(Beth Carvalho)

Vim, tanta areia andei
Da lua cheia eu sei
Uma saudade imensa

Vagando em verso eu vim
Vestido de cetim
Na mão direita, rosas
Vou levar

Olha a lua mansa (me leva amor)
Se derramar
Ao luar descansa
Meu caminhar (amor)
Meu olhar em festa (me leva amor)
Se fez feliz
Lembrando a seresta
Que um dia eu fiz (por onde for quero ser seu par)

Já me fiz a guerra (me leva amor)
Por não saber
Que esta terra encerra
Meu bem-querer (amor)
E jamais termina
Meu caminhar (me leva amor)
Só o amor me ensina
Onde vou chegar (por onde for quero ser seu par)

Rodei de roda, andei
Dança da moda, eu sei
Cansei de ser sozinha

Verso encantado, usei
Meu namorado é rei
Nas lendas do caminho
Onde andei

No passo da estrada (me leva amor)
Só faço andar
Tenho meu amor
Pra me acompanhar (amor)
Vim de longe léguas
Cantando eu vim (me leva amor)
Vou, não faço tréguas
Sou mesmo assim (por onde for quero ser seu par)

Já me fiz a guerra (me leva amor)
Por não saber
Que esta terra encerra (amor)
Meu bem-querer
E jamais termina
Meu caminhar (me leva amor)
Só o amor me ensina
Onde vou chegar (por onde for quero ser par)

Lá lá lá lá lá lá
Lá la lá lá lá lá



quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Agora é "Free"!

Versão ótima da filha do Raul!
Gostei.